Dia 10 – Copacabana e Lago Titicaca

Linha do tempo e lugares do roteiro.

DÉCIMO DIA DE VIAGEM ⇒

Titicaca ou Titiqaqa (quíchua) é considerado o lago navegável mais alto do mundo, sua superfície está a 3.812 metros acima do nível do mar.

Copacabana

Titicaca: considerado o lago navegável mais alto do mundo.

Segundo a lenda andina, foi nas águas do Titicaca que nasceu a civilização inca. O “deus Sol” instruiu seus filhos para procurarem um local ideal para seu povo. Chegaram, então, a uma ilha – mais tarde batizada de Isla del Sol. O local teria sido o berço dos incas, que dominaram a região entre os séculos XII e XVI, quando se deu a invasão espanhola. Diversos sítios arqueológicos podem ser visitados ao longo do Titicaca, que tem como principais habitantes os povos uros, descendentes dos incas. Eles vivem, em geral, da pesca e da agricultura às margens do lago.

Copacabana Bolívia

Lago Titicaca

 


Copacabana

Ao visitar o Lago Titicaca , a cidade de Copacabana é o melhor lugar para ficar no lado boliviano. A cidade é um importante destino para o turismo na Bolívia e é a porta de entrada para a Isla del Sol (em português: Ilha do Sol).

Copacabana é uma cidade agradável com bons restaurantes e cafés. Alguns restaurantes estão localizados de frente para a água proporcionando refeições com uma vista linda do lago com suas embarcações. A chegada nessa cidade, em nosso décimo dia de viagem, foi estratégica para que pudéssemos relaxar um pouco depois de tantas aventuras.


Localização : as margens do Lago Titicaca, no norte da Bolívia.

Como ir : de ônibus ou de carro a partir de La Paz.

 155 km.

Altitude : 3.800 metros.

Moeda : Boliviano (BOB).

Fuso horário : -1 hora em relação ao horário de Brasília.


Saímos de La Paz as 8:30 am e chegamos em Copacabana por volta das 11:30 am. Embora seja perto, a viagem ultrapassa 3 horas de duração, principalmente por ser necessário atravessar de balsa um braço do Titicaca.

A cidade oferece uma variedade grande de hotéis. Nós optamos por ficar na rua mais movimentada de turistas, perto das agências de turismo, dos restaurantes e das lojas de artesanato.

Sugiro curtir o final da tarde no terraço de um dos restaurantes que ficam de frente para o cais, assim poderá contemplar um belo pôr do sol sobre as águas do lago.

Lago Titicaca

Terraço de um restaurante em Copacabana.

Titicaca

Cais de Copacabana.

Titicaca

Relaxando em Copacabana.

Titicaca

Contemplação.


PREÇOS  cifrao40x40

  • Transporte: passagem de ônibus entre La Paz e Copacabana (35 bolivianos);
  • Estadia: quarto com banheiro privativo para duas pessoas, com café da manhã. Hotel Colonial (40 bolivianos por pessoa a diária).


DICAs dicaW40x37

Os barcos para a Isla del Sol partem de Copacabana em dois horários: 8:30 e 13:30. É comum reservar meio dia ou um dia inteiro para o passeio ou prolongar a experiência e dormir na ilha. Eu sugiro passar pelo menos uma noite na ilha para conhecê-la com calma. A ilha possui algumas pousadas simples, mas charmosas e limpas. A passagem de barco pode ser adquirida nas agências de turismo espalhadas na cidade, ou no próprio cais. Espere para adquirir a hospedagem quando chegar na ilha, assim poderá optar pela que lhe agradar mais.


next40x35 Seguir para Dia 11 – Isla del Sol.

previous40x35 Voltar para  Dia 9 – Estrada da Morte.

mapa1_50x38Ver Roteiro completo.

0

 curtiram / 0 Comentários
Compartilhe:

deixe seu comentário


Click on form to scroll

Archives

> <
Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec