8 Coisas Que Você Não Pode Deixar de Fazer em Cusco

A lista de coisas para se fazer em Cusco é muito maior. Mas eu enumerei 8 coisas que você pode fazer a pé, pois ficam na zona central de Cusco.

Em um próximo artigo eu falarei sobre passeios aos arredores de Cusco que também são imperdíveis.


1. Faça um FREE WALKing Tour

O Free Walking Tour (em português: caminhada turística grátis) é uma modalidade de turismo que você encontra nas principais cidades turísticas do mundo. É uma excursão oferecida por guias voluntários que, geralmente, falam ao menos dois idiomas. Como o próprio nome diz, a excursão é realizada a pé e passa pelos principais pontos turísticos de uma região central.  Para participar, é só ir ao ponto de encontro e se juntar ao grupo. Qualquer um é bem-vindo e não se paga nada por isso.

Como isso é possível?

No final da excursão, se você gostar do passeio e se quiser, você pode colaborar com os guias oferecendo uma gorjeta. Dessa forma, através da colaboração dos próprios turistas, eles conseguem oferecer um passeio guiado pelas ruas da cidade.

Encontrei em Cusco dois grupos que oferecem o Free Walking Tour. Veja abaixo o contato de ambos. Em suas páginas web você encontra fotos e maiores detalhes sobre o passeio.

Grupo reunido para Free Walking Tour.

Free Walking Tour. Ponto de encontro: Plaza de Armas.

Guia do Free Walking Cusco.

Guia do Free Walking Cusco.

FREE WALKING CUSCO

Logo do Free walking Cusco.

Ponto de Encontro: Plaza de Armas

Horários: 10h30 e 15h30

Duração: 2h30

FREE WALKING TOUR CUSCO

Logo da Free Walking Tour Cusco.

PONTO DE ENCONTRO: plaza regocijo

HORÁRIOS: 10H30 E 12H15

DURAÇÃO: 2H30


2. Aproveite A GASTRONOMIA Local

O Peru é um país de destaque quando falamos de gastronomia sul-americana. Tanto em restaurantes de culinária mais simples quanto naqueles de alta gastronomia, come-se muito bem. Lima é aclamada como capital gastronômica do Peru, mas Cusco não fica atrás com ótimos restaurantes.

Se compararmos com o Brasil, a comida é bem em conta por lá, até nos restaurantes mais chiques. Então aproveite muitas variedades de peixes, frutos do mar e especialidades como ceviches e tiraditos (similar a um sashimi, mas com os temperos e ingredientes peruanos). E não deixe de provar as “ají”, que são as pimentas peruanas.

Uma sugestão para harmonizar com a culinária local é o Pisco Sour, que é uma espécie de “caipirinha” local.

Restaurante Tunupa: localizado na Praça de Armas.

Restaurante Tunupa na Praça de Armas.

Muitos restaurantes interessantes encontram-se no primeiro andar dos prédios ao redor da Plaza de Armas. É só subir as escadas, escolher uma mesa com vista para a praça e aproveitar.


3. Curta os BARES E DANCETERIAS

Eu sei que depois de um dia inteiro batendo perna pela cidade e visitando pontos turísticos bate aquele cansaço, mas saibam que Cusco reserva gratas surpresas para os incansáveis. Há bons bares e boates na cidade.

É claro que eu não visitei todos, mas fiz uma pesquisa para listar os lugares mais badalados da cidade. Então aqui vai a dica de 4 lugares mais famosos:

1. Mama Africa Club

Localizada na Praça de Armas na esquina com Plateros (Endereço: Portal de Panes 109, Plaza de Armas, Cusco). Uma das casas noturnas mais populares de Cusco atraindo tanto turistas quanto locais. O movimento começa depois das 23h.

2. Mythology

Localizada na Praça de Armas próxima ao McDonalds (Endereço: Portal de Carnes 298, 2º Andar, Plaza de Armas, Cusco). Considerada uma das melhores casas noturnas de Cusco, possui vários ambientes, uma área de dança e outras salas mais tranquilas para socializar e experimentar os drinks da casa. O movimento começa depois das 23h.

3. Ukuku’s

Sua localização fica a três minutos de caminhada partindo da Praça de Armas (Endereço:Calle Plateros, 316). Abre todos os dias das 8pm até 6am. É um dos clubes mais agitados da cidade.

4. Temple

Localizado na rua Tecsecocha, 282. O público predominante é de mochileiros que lotam o clube de segunda a segunda. Todos os dias parecem ser sábado a noite. Começa a lotar por volta da 1h da madrugada quando os bares de diversos hostels fecham colocando seus hóspedes em micro ônibus, com uma pulseira de entrada livre, e os enviando para o  clube Temple.



4. Vá ao TEATRO

Quando estiver em Cusco procure se informar sobre as peças teatrais que estão em cartaz na cidade. Isso vale também para shows musicais, espetáculos de dança e qualquer outro evento cultural. É sempre uma boa pedida terminar a noite assistindo a um bom espetáculo.

Quando estava em Cusco eu tive a oportunidade de assistir a uma apresentação do grupo “A Puro Tango” no Teatro Municipal. Adquirimos lugares no mezanino por apenas 40 soles cada ingresso. Achei o teatro lindo e tive a oportunidade de assistir a uma apresentação de uma dança que não é comum de ver no Brasil, o tango.

Apresentação do grupo "A Puro Tango" no Teatro Municipal del Cusco.

Apresentação do grupo “A Puro Tango” no Teatro Municipal del Cusco.

Veja abaixo três dos principais centros culturais de Cusco.

A. Teatro Municipal del Cusco

Endereço: Calle Mesón de la Estrella, 149

Verifique a programação na página do Teatro Municipal del Cusco no facebook.

B. Centro Qosqo de Arte Nativo

Endereço: Avenida El Sol, 872

O Centro Qosqo de Arte Nativo fica na Avenida del Sol,em frente ao Museu do Sitio de Qoricancha. Apresenta espetáculos de danças folclóricas peruanas.

C. Brisas del Cusco

Endereço: Avenida El Sol, 819

Também apresentam espetáculos de música e dança peruanas. Verifique a programação na página do Brisas del Cusco no facebook.


5. Aprecie a vista do mirante DA IGREJA DE SAN CRISTÓBAL

Uma das melhores vistas panorâmicas de Cusco pode ser contemplada da Igreja de San Cristóbal. O caminho até lá é um pouco íngreme, mas se você tem bom fôlego não deixe de ir e tirar boas fotos.

Vista do mirante da Igreja de San Cristóbal, Cusco.

Vista do mirante da Igreja de San Cristóbal, Cusco.


6. Visite o BAIRRO DE ARTESÃOS DE SAN BLAS

San Blas é um dos bairros mais antigos de Cusco. A igreja localizada na Plaza San Blas foi construída em 1563, somente 30 anos depois da conquista espanhola. Considerada a área mais pitoresca da cidade, o bairro tem nas suas ruas estreitas e na arquitetura as suas principais atrações. Reúne muitos artistas e artesãos, cujas artes e artesanatos são vendidos em pequenas lojas ou na Plaza San Blas.

Deixe-se perder em San Blas entrando nas ruas e ladeiras que chamarem a sua atenção. O bairro também oferece bons restaurantes e bares.

Para quem não quiser enfrentar as ladeiras até a Plaza San Blas uma boa dica é pegar um táxi até lá e voltar caminhando, descendo pelas ruas do bairro até a Plaza de Armas.

San Blas, Cusco.

San Blas, Cusco.


7. QORICANCHA

A Igreja e o Convento de Santo Domingo ficam situados no local que um dia foi um dos mais importantes templos do império Inca. O Templo do Sol, como era conhecido, era chamado de Qoricancha que na linguagem quíchua significa “átrio de ouro”. Acredita-se que a construção do templo teve inicio em 1200 d.C., porém, após o domínio espanhol o templo foi transformado em igreja e consagrada em 1633.

O templo Qoricancha exibia a grande riqueza e a força do império Inca na forma de centenas de painéis de ouro maciço que cobriam as paredes, além de estatuas de ouro, altares e um enorme disco de ouro que representava o sol. Todo o ouro e muitos artefatos de incalculável valor foram saqueados pelos espanhóis, mas o disco de ouro do sol nunca foi encontrado pelos conquistadores (e continua desaparecido).

Hoje em dia é possível ver algumas ruínas da época Inca e a sobreposição da arquitetura Inca e colonial. É um lugar bonito e vale a pena conhecer um pouco mais sua história.

Igreja e Convento de Santo Domingo, Cusco.

Igreja e Convento de Santo Domingo, Cusco.


8.PERCORRA O MERCADO DE SAN PEDRO

O mercado central não é exatamente um local turístico, mas uma visita ao mercado é uma forma de conhecer melhor  a vida e os costumes locais.

Localizado em um enorme armazém a algumas quadras da Plaza de Armas, o mercado central de Cusco abriga centenas de lojas de souvenir e de alimentos. Há muitas bancas de produtos frescos como frutas, verduras e carnes. O mercado é popular também para comer barato, pois é muito frequentado por pessoas locais. Além de ser possível observar a forma casual como a comida típica é preparada nas bancas que servem refeições.

Mercado Central de San Pedro, Cusco.

Mercado Central de San Pedro, Cusco.

Frutas no mercado central de Cusco.

Cores do mercado central de Cusco.


POSTS RELACIONADOS

next40x35 Dias 14, 15 e 16 – Cusco

next40x35Roteiro do Atacama a Machu Picchu.


1

 curtiram / 0 Comentários
Compartilhe:

deixe seu comentário


Click on form to scroll

Archives

> <
Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec